Patrícia Alvim Agency & Productions :: Agência de modelos Juiz de Fora :: Moda, beleza e Coberturas Sociais :: Juiz de Fora - MG

12.07.2018

Produtos naturais em que o corpo e o meio ambiente agradecem!

Moda & Estilo

Se tem uma marca que sou fã da trajetória e consumidora apaixonada dos produtos é a Lush. Na minha última viagem a Londres, conheci a primeira e maior filial da marca. Em suas lojas, que mais parecem mercearias com frutas, queijos e doces dispostos sobre mesas de madeira e cestos, nada é o que parece, e tudo tem cheiro muito bom. Quem passa em frente a uma loja da rede é praticamente arrastado para dentro pelo bombardeio de aromas deliciosos. Depois vem a parte visual. Tudo colorido, bonito, diferente. Sair sem pelo menos um pacotinho é quase impossível. A marca oferece sabonetes em formato de chocolate e de queijo, espumas e sais de banho e xampus sólidos. É criatividade que não acaba mais!

A Lush fabrica cosméticos feitos à mão na Europa, Canadá, Austrália, Cingapura e Japão, dentro de suas próprias instalações de produção, para que cada produto disponível nas lojas, ou enviados ao consumidor por correio, seja de máximo frescor, afinal os produtos frescos agem com mais eficiência e utilizam menos conservantes. Infelizmente, quatro anos após ter reiniciado suas atividades no Brasil, a empresa britânica de cosméticos de luxo Lush está fechando as portas, e vamos torcer para que reabra em breve!

Mas a boa notícia é que em Juiz de Fora temos a Casa do Lago, que tem um trabalho similar. Produzem cosméticos naturais veganos e medicinas. Trabalho artesanal feito 100% por mãos femininas com matérias-primas plantadas, colhidas e preparadas na própria sede, dentro dos princípios da agroecologia e da agricultura orgânica. Conversei com Julia Guerra, cocriadora da Casa do Lago, e ela contou que a ideia de desenvolver cosméticos sem conservantes vem da opção pessoal por um meio de vida natural e de mínimo impacto ao meio ambiente. Ainda complementa, "não fazia sentido mais para mim utilizar produtos químicos que geram resíduos na natureza e contaminavam meu corpo, então comecei a pesquisar formas de produzir os produtos básicos de uso diário para mim mesma".

Júlia ressalta que os cosméticos naturais não intoxicam, não são testados em animais, cuidam e nutrem o corpo de forma integral e tem propriedades terapêuticas e medicinais. "É dito que tudo aquilo que colocamos em nossa pele deve também poder ser ingerido por nós, portanto a escolha de ingredientes é muito importante. Eles serão absorvidos pela pele e entrarão na nossa corrente sanguínea", diz Júlia.

A Casa do Lago produz cosméticos naturais como desodorantes, sabonetes, xampus, manteigas corporais, garrafadas medicinais, entre outros produtos, sempre de forma 100% natural e vegana. "Acreditamos na permacultura, na agroecologia e no minimalismo como nossa filosofia de vida, portanto tudo aquilo que produzimos é muito sincero e é aquilo que escolhemos usar em nós mesmas", conta a cocriadora do projeto.

A marca não tem loja física, porém é possível encontrar os produtos em feiras, e as encomendas podem ser feitas através da fanpage. Semanalmente estão presentes na feira É Daqui!, que reúne vários produtores locais de orgânicos, produtos sem glútem e sem lactose e produtos veganos. É realizada todas as sextas no Parque Halfeld, das 9h às 14h.

Ficha técnica

Fotos Casa do Lago: Débora Simon

Voltar

patricia alvim instagran